Aqui você encontra todas as nossas publicações


Bônus Diferido (Staying Bonus)

Depois de entendermos as diferenças e semelhanças entre os planos de Opções de compra de Ações (Stock Options), Ações Restritas, Ações Fantasma e Opções Fantasma, vamos conhecer mais um tipo de ILP praticado pelas empresas: o bônus diferido.

O Bônus Diferido, assim como os planos de ações e opções fantasma, é um tipo de Plano de ILP liquidado em dinheiro. Porém a diferença é que o valor no caso de Bônus Diferido não está diretamente ligado ao valor da ação – ele pode ser um valor fixo ou definido seguindo alguma fórmula. Ou seja, muitas vezes ele é simplesmente um bônus de valor pré-definido com o recebimento postergado, corrigido ou não por algum índice (como a inflação, por exemplo). É possível também criar planos de bônus diferidos que dependam parcialmente da valorização das ações da companhia, mas que sejam definidos também por outros fatores, como performance financeira da companhia ou o atingimento de metas individuais e/ou corporativas.

Ele é utilizado com menor frequência pelas empresas, conforme descrito na Pesquisa ILP 2017, com um número de 5% das empresas entrevistadas. Porém, sua utilização passa a ser mais interessante em épocas de crise, por exemplo: ele é muito utilizado em momentos em que a companhia passa por períodos de desempenho crítico ou momentos de mudança, com transformações disruptivas e estressantes, como uma fusão ou aquisição por exemplo, já que a retenção de pessoas-chave se torna mais crítica. Por esse motivo, o bônus diferido também é comumente conhecido como staying, deferred ou retention bonus.

Dessa forma, normalmente eles possuem uma condição de vesting temporal, ou seja, um prazo de carência, para incentivar a permanência do executivo na empresa durante esse período turbulento. Eles podem também apresentar uma condição de vesting atrelada ao desempenho, justamente para contrabalancear o fato de que a empresa pode não estar muito bem durante essa fase.

Você já conhecia os bônus diferidos? Ficou interessado em implementar na sua empresa? Então entre em contato conosco!

 

Sobre o Autor

Daniel Eloi é Sócio Diretor da Pris. Trabalha com Incentivos de Longo Prazo desde 2010, tendo colaborado na concepção, revisão, contabilização e gestão de Planos de ILP de mais de 20 empresas de capital aberto ou fechado. Participou da modelagem de negócio do Options Report, 1º software de gestão de ILP da América Latina. Já ministrou cursos in company sobre a contabilização de ILP e palestras em eventos e grupos de estudo voltados à remuneração. É graduado e mestre em Engenharia de Produção pela UFMG e fez cursos de especialização no Babson College (EUA) e na Stanford University (EUA).



Gostaria de um tema específico?

Gosta de escrever?