Aqui você encontra todas as nossas publicações


Janeiro Branco: a Planilha da Felicidade da Pris

Seguindo as boas experiências das campanhas coloridas que chamam atenção para questões de saúde, como o Outubro Rosa e Novembro Azul, há alguns anos foi criado o Janeiro Branco, cujo foco é a saúde mental. Aproveitamos o período para apresentar algumas de nossas ações, pois o tema de bem estar mental e do equilíbrio pessoal/profissional sempre foi muito caro para a Pris. Preocupada em gerar um ambiente positivo e feliz aos seus colaboradores, a Pris coloca em prática uma série de ações em prol da saúde mental de sua equipe, em especial a prática da meditação transcendental. Outra iniciativa interessante é a Planilha da Felicidade. Nossa especialista, Julia Couto, nos explica um pouco melhor sobre a iniciativa

Entrevista com Julia Couto

Pris) Qual a razão principal da Pris valorizar tanto a questão da felicidade?

Foto da Julia Couto

Julia) A Pris tem consciência de que os aspectos pessoais e profissionais de cada um não podem ser separados. Tudo que acontece profissionalmente acaba refletindo na vida pessoal, e vice versa. E, se pensarmos que passamos grande parte da nossa vida no trabalho, fica claro porque acreditamos que a empresa tem um papel importante no bem estar dos colaboradores. Por isso, nosso propósito “é simplificar processos de negócios e promover ambientes de trabalho felizes” (Golden Circle da Pris).

Pris) E como funciona a planilha da felicidade?

Julia) A planilha é um documento online, em nuvem, e cada colaborador da empresa responde mensalmente sobre algumas questões e pontos selecionados. A pessoa dá notas em cada uma das dimensões. Os aspectos avaliados são: se a pessoa está feliz com a Pris, se está feliz com as tarefas que desempenha na empresa, feliz com suas oportunidades de crescimento e feliz com a estrutura de governança e processos de decisão.

A partir das notas são calculadas as médias de cada item, que geram um índice de felicidade da Pris.

Além dessa etapa objetiva a pessoa tem a liberdade de responder de forma descritiva sobre o que a deixa mais ou menos feliz na empresa, o que aumentaria o nível de sua felicidade, se ela se sente reconhecida na Pris, e como a própria pessoa poderia contribuir para elevar o nível de felicidade da Pris. A planilha está em constante evolução, e pouco tempo atrás acrescentamos um item no qual o colaborador pode comentar se suas habilidades e competências têm sido aproveitadas da melhor maneira.

Após o preenchimento mensal, há uma leitura e avaliação minha e da equipe do Círculo de RH, para que sejam dadas as devidas atenções às questões. Por exemplo, qualquer nota abaixo de 4 (as notas são de 0 a 5) gera a necessidade de uma ação da empresa – se alguém comenta que está em sobrecarga, há avaliação coletiva sobre a eventual contratação de mais um profissional ou relocação das equipes; se a questão é sobre um problema no local de trabalho,a equipe de infraestrutura age para resolver, e assim sucessivamente.

Os comentários abertos também são avaliados e tratados. Acatamos as sugestões e damos atenção às observações positivas e negativas que todos apresentam, buscando tornar o ambiente sempre o melhor possível. Com isso há um controle regular do nível de satisfação, bem estar e felicidade da Pris, de forma a estarmos em constante evolução.

Pris) A Pris oferece uma série de benefícios aos colaboradores, objetivando gerar um ambiente de trabalho positivo. Como a planilha se conecta a esses benefícios?

Julia) A planilha nos permite observar se os benefícios estão sendo utilizados e cumprindo seu papel. Benefícios que não geram satisfação à coletividade podem, eventualmente, ser melhorados, substituídos ou alterados, e novos benefícios podem ser criados em virtude das sugestões da equipe.

A Pris, por exemplo, subsidia o curso de Meditação Transcendental aos seus colaboradores. Muita gente se transformou em meditante em virtude de comentários na planilha sobre stress no trabalho; após esses comentários, a equipe de RH sugeriu ao colaborador a experiência da meditação, gerando ganhos a todos. Além, regularmente lembramos a todos que a Pris permite que o funcionário faça suas sessões de meditação durante o horário de trabalho, sem paralisação de seu ponto, para que ela consiga reduzir seu stress e se concentrar melhor.

Outro exemplo são os benefícios da yoga e da massoterapia, que são sempre indicados a profissionais que comentam sobre eventuais dores físicas, ou mesmo stress e cansaço.

Pris) Tendo como perspectiva o Janeiro Branco, e os cuidados em relação à saúde mental, qual é a avaliação que você faz da Planilha da Felicidade?

Julia) Desde que iniciamos a prática da Planilha da Felicidade temos obtido ótimos inputs e resultados. O controle mensal mostra melhora nas notas e no nível de satisfação geral da empresa, e percebe-se a satisfação dos funcionários com os cuidados pessoais e humanizados que a empresa realiza. Nosso propósito de criar ambientes de trabalho felizes se realiza, antes de qualquer outro lugar, na própria Pris.

Campanha do Janeiro Branco

Se quiser saber mais sobre nossas atividades em prol da saúde de nossos colaboradores, como meditação transcendental ou massoterapia, basta acessar nosso blog.

Sobre o Autor

Leandro Rangel é analista de marketing da Pris. Mestre em Direito Internacional e graduado em Relações Internacionais pela PUCMinas, possui expertise nas áreas de docência e design instrucional, além de comunicação e inbound marketing. Atua na produção de conteúdo voltado ao marketing em temas como propriedade intelectual, remuneração e incentivos de curto e longo prazo.



Gostaria de um tema específico?

Gosta de escrever?