Aqui você encontra todas as nossas publicações


Janeiro Branco: Inclusão e Diversidade na Pris

Dia após dia, temos presenciado mudanças importantes nas empresas quando se trata de gestão de pessoas. As companhias estão, cada vez mais, preocupadas em gerar bem estar para suas equipes, ao mesmo tempo em que alcançam os melhores resultados para a empresa. E os estudiosos da área indicam que, para isso acontecer, dois dos itens chave são a inclusão e a diversidade no ambiente de trabalho.

Na Pris, por exemplo, temos desenvolvido várias iniciativas e alcançado muitos motivos para celebrar. A empresa se esforça para promover um ambiente de trabalho feliz, garantindo o bem-estar de nossos colaboradores e colaboradoras por meio de iniciativas como a Planilha da Felicidade e a prática da Meditação Transcendental. E os resultados são claros: somos uma das melhores empresas do país para se trabalhar

Aproveitando o Janeiro Branco, mês dedicado às questões de saúde mental, apresentamos nossa estratégia de inclusão e, principalmente, diversidade no ambiente de trabalho.

PANO DE FUNDO DA DIVERSIDADE NAS EMPRESAS

A inovação é, sem dúvidas, peça fundamental para empresas como a Pris – startups modernas, com atuação na área de tecnologia – afinal, é isso que atrai novos investidores, clientes e parceiros. Mas como inovar?

Uma recente pesquisa mostrou que, para se tornarem inovadoras, as empresas devem apostar na diversidade. Segundo o estudo intitulado “Getting to Equal 2019: Creating a Culture That Drives Innovation”, ao investir em inclusão e diversidade, cria-se uma cultura de inovação, ou seja, a mentalidade da equipe se torna mais propícia a desenvolver essa soft skill. 

Isso acontece porque em ambientes mais inclusivos, onde as pessoas se sentem acolhidas, o medo de falhar é reduzido e as barreiras à inovação desaparecem. Assim, quando combinada com a igualdade (de oportunidade, de tratamento, entre outros), a diversidade torna-se um elemento extremamente importante para a mentalidade criativa.

Esses temas são tão importantes que foram, inclusive, alvo de debate no Fórum Econômico Mundial de 2020. Nele, especialistas de diversas áreas ressaltaram a importância de habilidades como equilíbrio emocional, empatia e criatividade. 

O Fórum já havia abordado, em 2019, temas como diálogo e crescimento inclusivo, e concedeu o título de Young Global Leader à criadora do primeiro ranking de empatia corporativa do mundo. De acordo com a pesquisa de Belinda Parmar, a empatia é muito mais que uma soft skill: pode contribuir com os resultados do negócio, já que está diretamente ligada ao crescimento, ao aumento da produtividade e à receita.

COMO FUNCIONAM AS ATIVIDADES DE DIVERSIDADE NA PRIS

Aqui na Pris, temos uma gestão horizontal e, quando notamos necessidade de melhoria em algum ponto, criamos uma equipe ou um papel dedicado a ele. Assim, criamos o Grupo de Trabalho de Inclusão, dedicado a questões de diversidade e inclusão na Pris e coordenado pelo papel de Agente de Inclusão.

O objetivo do GT é levantar debates e reflexões sobre temas de diversidade e, principalmente, sobre como gerar empatia e inclusão na empresa. Mensalmente, os colaboradores e colaboradoras são convidados a participar de uma reunião com tema pré-definido, que engloba questões importantes sobre minorias, coletividades, entre outros. Nesse encontro mensal, a equipe apresenta os materiais estudados e, a partir disso, discutem as questões propostas, tiram dúvidas e compartilham experiências e perspectivas, aprendendo, juntos, a agirem de forma mais empática e inclusiva.

O GT, além de mapear pontos de melhorias dentro da empresa, apresenta soluções que possam ser aplicadas à Pris. Os assuntos discutidos passam a nortear as ações de branding interno e a criação de políticas mais inclusivas, tanto para os atuais colaboradores, quanto para os futuros profissionais que vierem trabalhar conosco. Nesse sentido, o foco é entender como podemos melhorar os nossos processos, reter mais talentos e trazer ainda mais inclusão e diversidade para o dia a dia da empresa.

Lorena Ribeiro, nossa atual Agente de Inclusão, destaca a importância do Grupo de Trabalho de Inclusão para a criação de um ambiente de trabalho feliz: “Quanto mais esse projeto é efetivo, mais as pessoas entendem que podem ser quem elas quiserem no ambiente de trabalho. Nós entendemos que cada pessoa tem a sua individualidade e, a partir do momento que a Pris, como empresa, entende que cada um é cada um, o ambiente fica mais leve. As pessoas passam a entender que existem pluralidades.”

Para garantirmos que estamos no caminho certo, fazemos, semestralmente, uma pesquisa sobre diversidade e inclusão, para entendermos como cada colaborador e colaboradora da Pris se sente em relação a esses temas. Além disso, buscamos avaliar a Pris constantemente, através da nossa Planilha de Felicidade.

SAIBA MAIS

Se sentiu incluído e representado por nossas iniciativas? Então te convidamos a nos conhecer e a se apresentar para a Pris! Visite nosso hotsite de recrutamento ou nos mande uma mensagem. Venha trabalhar em uma das melhores empresas do país, segundo o GPTW, e ser “FelizNaPris”!

Sobre o Autor

Clara Santi atua na área de marketing da Pris. Graduanda em Ciências Econômicas pela UFMG, tem experiência em social media e na produção de conteúdo em temas como propriedade intelectual, remuneração variável e incentivos de curto e longo prazo.



Gostaria de um tema específico?

Gosta de escrever?