Aqui você encontra todas as nossas publicações


3 Momentos Em Que Sua Organização Deve Ficar Atenta ao Monitoramento de Patentes – Parte 3

A fase de P&D é, em muitos casos, seguida da exploração comercial da invenção. Antes que isso aconteça, é muito importante, mais uma vez, que o monitoramento de patentes seja feito. Nessa fase, o objetivo é saber se aquele produto que será comercializado ou o seu processo de fabricação infringem alguma patente publicada. Especialmente nos setores de tecnologia onde existem muitos pedidos de patentes, como os de biotecnologia e semicondutores, é grande a possibilidade de que a comercialização seja bloqueada por um concorrente que detém uma patente de alguma tecnologia incorporada dentro do produto. Assim, ao identificar patentes conflitantes, sua empresa será capaz de reduzir o risco de pagar indenizações e tomar providências para garantir sua liberdade de operação.

Além dessa liberdade de operação, a busca pode ajudar ainda a identificar possíveis interessados na sua tecnologia que estariam dispostos a firmar acordos de licenciamento, o que geraria para a empresa uma arrecadação com royalties.

Com as nossas últimas 3 publicações foi possível perceber como o monitoramento de patentes pode ser relevante em diferentes fases do processo de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias. Caso você tenha sugestões de outros temas nessa área sobre os quais você gostaria de receber novas publicações, mande um recado para gente!

Sobre o Autor

Júlia Couto é analista de negócios da Pris. Mestre em Engenharia de Produção pela UFMG e especialista em Propriedade Intelectual pela LUISS Business School, trabalha com gestão estratégica e valoração de ativos de propriedade intelectual desde 2014. Vem participando da modelagem de negócio do Pris IP Suite, conjunto de ferramentas de gestão estratégica-operacional de ativos de PI desenvolvido pela Pris com o apoio da Fapemig.



Gostaria de um tema específico?

Gosta de escrever?