Aqui você encontra todas as nossas publicações


3 Passos para uma boa comunicação dos Planos de Incentivos de Longo Prazo aos beneficiários – Parte 5

Chegamos ao final de nosso conteúdo sobre os 3 Passos para uma boa comunicação dos Planos de Incentivos de Longo Prazo aos beneficiários. Em nosso capítulo anterior falamos sobre Como Comunicar sobre os planos de ILP aos beneficiários, agora darei minhas considerações finais baseados neste estudo sobre o planejamento de comunicação:

Dicas Finais sobre os Planos de Incentivo de Longo prazo aos beneficiários

Planos de Incentivos de Longo Prazo podem, e devem ser colocados em prática em diversas empresas justamente pelos diversos benefícios gerados. Porém, além do desafio de se fazer um bom desenho, é importante ter atenção e dedicação no processo de comunicação com os beneficiários.

Apresentamos para vocês nesse e-book, uma série de argumentos para reforçar a importância da comunicação organizacional, e algumas dicas de como criar a estratégia completa de comunicação para suas outorgas de ILP.

Como comentamos, uma estratégia comunicacional bem desenvolvida é parte fundamental para se obter os melhores resultados do plano de ILP, envolvendo toda a empresa através do melhor e mais correto entendimento das regras das outorgas, e levando todos os beneficiários a agirem como promotores dos interesses da companhia, seja nos corredores da empresa, seja em reuniões formais.

Sugerimos, como uma boa prática, que sejam solicitados feedbacks e opiniões aos beneficiários das outorgas de Incentivos de Longo Prazo para mensurar o grau de compreensão do plano, o grau de envolvimento com os indicadores das outorgas e, por fim, a atratividade do Plano em si.

Para finalizar, resumimos aqui alguns pontos de atenção para a uma melhor comunicação das outorgas de Incentivos de Longo Prazo.

Ponto de Atenção 1: Tome cuidado para não gerar a sensação em seus funcionários que há uma agenda secreta em sua proposta. Não há problema ético algum em revelar aos beneficiários que a maior dedicação deles gerará ganhos para a empresa e também para eles. A explicação completa da proposta e do significado do Plano de Incentivos de Longo Prazo colabora com esse esclarecimento.

Ponto de Atenção 2: Se comprometa a responder todas as perguntas e questionamentos que seus funcionários levantarem, seja através de um FAQ próprio para o projeto, ou seja através de seu setor de Gestão de Pessoas. Não se deve deixar nenhum beneficiário com dúvidas sobre as regras dos Incentivos de Longo Prazo para garantir seu compromisso e o desenvolvimento da empresa.

 

Ponto de Atenção 3: Lembre-se: no processo de comunicação há muitos elementos que podem gerar incompreensão, então fique bem atento e crie um bom planejamento. Pensando no diálogo entre duas pessoas, há os seguintes elementos: fonte (o emissor), codificação (como ele pensa a mensagem), mensagem (como ele constrói a mensagem), mídia ou veículo (como ele escolhe apresentar a mensagem), decodificação (como o receptor recebe a mensagem), recepção (como o receptor compreende a mensagem), feedback (como ele responde a mensagem). Em todas essas etapas há chances de haver dilemas e falhas na comunicação. Na prática, mantenha a comunicação simples e didática!

 

Ponto de Atenção 4: No momento de apresentar as regras do Plano de ILP, em especial quando se trata de algo que tem direta relação com os ganhos reais do colaborador e com grande nível de complexidade, é importante estar atento para não gerar uma divisão dentro da companhia. Nunca utilize termos que dividam a equipe entre funcionários e decisores, entre líderes e liderados; deve-se dar destaque que um projeto de ILP gera vantagens e responsabilidades a todos os funcionários da empresa, sem exceções. A terminologia, a organização das ideias, o julgamento e a valoração que todos fazem das palavras é tão importante quanto a proposta em si.

 

Ponto de Atenção 5: Mantenha a comunicação constante. Ou seja, mesmo que você faça uma outorga com ótimas regras e com um trabalho perfeito de comunicação no momento inicial, seu Plano de Incentivos de Longo Prazo corre o risco de cair no esquecimento se você não lembrar os beneficiários de forma recorrente sobre informações de prazos de carência (vesting) e vencimento, e valor em carteira de ações ou opções.

 

Tem interesse em melhorar ou iniciar a comunicação aos beneficiários da sua empresa? Então confira nosso sistema de gestão:

 

 

Sobre o Autor

Daniel Eloi é sócio fundador da PRIS. Desde 2007 desenvolve pesquisas e lidera projetos e ministra cursos relacionados à valoração de tecnologias, apoio à gestão estratégia de Propriedade Intelectual, análise de investimento em projetos de grande porte e desenvolvimento de software. Graduado e mestre em Engenharia de Produção pela UFMG, aprimorou suas habilidades empreendedoras no Babson College e na Stanford University, nos EUA.



Gostaria de um tema específico?

Sugira um tema

Gosta de escrever?

Seja um colaborador